O Icone de Jasna Gora em Bielourusia

Em sua peregrinação em “Defesa da Vida”, o Ícone de Częstochowa chegou a Minsk na Bielourusia. Atualmente o Ícone se encontra na Igreja Ortodoxa “São Nicolau Japonski”.

 Por que esta paróquia foi honrada com esse privilégio de receber a Mãe de Deus no Ícone peregrino?

O vigário da paróquia, o  Pe. Paulo Serdiuk é engajado na “Defesa da Vida”. É membro internacional do Comitê responsável da peregrinação do Ícone de Jasnagora de “Oceano a Oceano”. Após a bênção, é entronizada junto ao Ícone original  a Ele recomendado para a peregrinação. Levam-a através da fronteira com a orientação do comitê. Foi colocada justamente na Igreja Ortodoxa porque o Pe. Paulo e sua esposa, há muitos anos, dirigem o centro de apoio da Família e da maternidade “Matula”, o qual garante psicologicamente e materialmente ajuda às mulheres  com problemas na gravidez. Dirige também, consultas às estéreis e ajuda as famílias em situações conflitantes. Com muito empenho procuram evitar o assassinato das crianças geradas nas terras da Bielourusia. Futuramente, próximo ao complexo do Santuário, planejam uma construção do Centro Familiar e amparo às mães necessitadas. Isto é especialmente necessário no novo bairro de Minsk cujo nome é “Montanha de Pedra”, ocupada por milhares de famílias numerosas. Muitas delas necessitam de ajuda de toda a espécie: material, terapêutica e espiritual.

No início de fevereiro foi celebrado lá um simpósio para os líderes da “Defesa da Vida”os quais,  juntamente com os palestrantes  rezavam diante do Ícone de Częstochowa peregrina através do mundo. Em 16 de fevereiro celebrou-se lá a solenidade dos 100 anos da morte do Padroeiro da paróquia. Missionário do Japão, São Nicolau Japonski (kasatkina). Este santo ortodoxo é reconhecido padroeiro dos missionarios e educadores, catequistas, instituições religiosas e educativas, artes e até artes marciais.

Durante a comemoração o povo em procissão levou o Ícone à rua. Os ortodoxos afirmam que a singularidade do Ícone de częstochowa é motivado pela devoção mundial, tanto dos ortodoxos quanto dos católicos. É a Rainha da Polônia e é conhecida no mundo inteiro. Ortodoxos chamam a Virgem de “Imaculada Vitoriosa”. Em se louvor cantamos o hino: “Vencedora Rainha”. Com o seu culto no oriente, a Rainha da Polônia é conhecida no mundo inteiro. Ortodoxos chamam a Virgem de “Imaculada Vitoriosa”. Em seu louvor cantamos o hino: “Vencedora Rainha”. Com o seu culto no oriente é entrelaçado com a esperança do retorno da fé no país.

A permanência da Mãe de Deus no Ícone de Częstochowa em Minsk é simplesmente uma parada no caminho para o Oriente. Possivelmente ao fim de maio visitaremos Moscou onde o Ícone visitará a Igreja, transportado com assim chamado “rali” em “Defesa da Vida”. Esta é a nova forma de manifestação Pró-life. Uma fileira de muitas dezenas de automóveis, com placas em “Defesa da Vida” atravessando as principais ruas da cidade. Ao fim de junho continuaremos adiante, para o oriente, para Wladywostok onde se planejam também um simpósio “Pró-life” em seguida visitaremos a seguinte Cidade da Sibéria. Esperamos, somente, para que tudo descongele e o solo seque. Antes não será possível viajar por esses caminhos.