Marcha pela Vida na capital do Equador sob a liderança de Nossa Senhora de Czestochowa

Faz apenas um ano desde a chegada de Nossa Senhora de Czestochowa ao Equador. Ela foi então solenemente saudada no aeroporto equatoriano Mariscal Sucre, em Tababela, pelo bispo Danilo Echeverria, da diocese da capital, em Quito. Além disso há apenas um ano, no Dia da Santidade da Vida, o Ícone participou da grande Marcha pela Vida, na cidade de Santo Domingo, e depois viajou por toda a diocese. Este ano, Nossa Senhora no Ícone de Czestochowa esteve presente entre os defensores da vida humana durante a Grande Marcha pela Vida na capital equatoriana, Quito.

O Dia da Santidade da Vida, aqui chamado "O Dia da Criança Nascida", é comemorado mundialmente no dia 25 de março, 9 meses antes do Natal. Assim, no sábado, 24 de março, o Ministério da Família da Arquidiocese de Quito organizou uma marcha cívica, sob o lema "Amor em Ação" pela proteção da vida e dos valores familiares. Começou às 10 horas no Parque El Arbolito e atravessou as ruas de Quito até a Plaza Grande, no centro histórico da capital.

A marcha foi liderada pela "Equipe de Paz" de ex-alunos da Escola de São Pedro de Pascua, acompanhado por Czestochowa Icone em sua Mama Mobile, decorado com flores e em ambos os lados escoltados por jovens do movimento de St. João XXIII. Todos os participantes da marcha, que ampliaram um grande espaço, acompanharam a Mãe de Deus.

Edgar Heredia, membro do eclesiástico Equipos de Nuestra Señora, que foi um dos organizadores deste evento, disse: "Tudo foi ótimo! As pessoas carregavam cartazes e faixas com slogans para defender a vida e a família. Acima de tudo, foi bom ter Nossa Senhora de Czestochowa entre nós”. Os equatorianos vieram e rezaram, apesar de não conhecerem essa imagem.

Durante a marcha, gritos foram levantados, como: A vida é bela, coloque-a! A vida começa desde a concepção, não como a constituição diz! E minha mãe disse sim, é por isso que estou aqui!

A Marcha Cívica pela Vida na capital do Equador começou e terminou com uma oração comum da Ave Maria. Depois de chegar ao Plaza Grande de Março o Bispo Danilo Echeverria, que também atua como presidente da pastoral familiar da Conferência Episcopal do Equador, mãe abençoada, estado abençoado e confiou-lhes a Maria. Ele também orou pelas intenções das famílias que não podem ter filhos. No final, a oração de Santo João Paulo II da encíclica Evangelium Vitae.

Agradecendo aos participantes da marcha, o bispo Danilo encorajou todos a lembrarem-se da misericórdia e do perdão de Deus. Ele disse: "Devemos sempre enfatizar a beleza da vida, proteger e cuidar das mães em um estado abençoado e, se necessário, esticar as mãos para que elas não se sintam solitárias”.