"Eu sou toda sua, ó Maria, minha mãe!"

O ícone de Nossa Senhora de Czestochowa continua sua mensagem positiva para defender a vida e a família em primeiro lugar. Este é especialmente o caso depois de seu patrocínio de famílias em todo o mundo, graças ao grande compromisso de São João Paulo II

Na terça-feira, 25 de setembro de 2018, após a visita à paróquia de Santa Maria de El Calzado, o ícone de Czestochowa chegou à próxima paróquia equatoriana de Sto. Inácio de Loyola na cidade de Solanda. Está localizado ao sul da cidade de Quito, a capital do Equador. Os paroquianos saudaram a peregrinação de Nossa Senhora com música e oração.

Missa de boas-vindas foi celebrado pelo padre Denisse Yanangomez com a ajuda do diácono Patricio Fuentes, que apresentou aos fiéis à história do ícone de Czestochowa. Ele disse: A história nos diz que em 1979 o Papa João Paulo II visitou Jasna Gora, a casa de Nossa Senhora de Czestochowa na Polônia. Ele ficou lá por três dias, e no final da sua visita em um ato de devoção a Maria confiada, Polônia, sua terra natal, e todos os presentes repetiu o credo de sua vida: "Eu sou todo seu, Maria, minha Mãe! Então ele ofereceu-lhe uma rosa de ouro, que foi colocada no altar principal perto do Ícone da Mãe de Deus.

Durante a homilia, padre Denisse Yanangomez disse: Hoje à noite nós estamos acompanhando nossa abençoada Mãe, a Virgem de Czestochowa. Nós a recebemos de braços abertos e prometemos defender sua mensagem de amor e defender a vida com ímpeto.

Por sua parte, o diácono Fuentes acrescentou que todos os dias às 17h30 haverá uma oração pelo Rosário e depois pela Santa Eucaristia. Ele também encorajou os fiéis e vizinhos a confiarem todos os seus problemas e necessidades espirituais e físicos à Santa Virgem.