Germantown, Cidade Norte Americana está livre dos abortos tardios!!!!

Uma ótima notícia chegou dos Estados Unidos, especificamente da cidade de Germantown, no estado de Maryland – EUA. A Central de Abortos, onde o infame abortista Leroy Carhart fazia os chamados abortos tardios, ou seja, quase em nascimento, interrompeu suas operações.  Carhart simplesmente

abandonou seus trabalhos!!!! Esta Graça, ora alcançada, ocorreu no dia 08 de novembro de 2016, depois de 1.170 dias de intensas orações na frente desta instituição, na qual participou o Ícone Peregrino “ De oceano a Oceano” de Nossa Senhora de Czestochowa.

Foi a primeira grande manifestação por meio de oração defronte ao Centro Abortista durante a Peregrinação no Continente Americano. Os trabalhos começaram a ser realizados no dia 26 de agosto de 2013, na Festa de Nossa Senhora de Czestochowa. Os defensores da vida, alí reunidos, conseguiram resgatar três crianças vivas, sendo aberta uma conversação civilizada, e uma das jovens mães enviada para a realização de exames. Mais informações aqui.

LeRoy Carthart, teria muitos processos por mutilação de mulheres, bem como mortes, de mulheres e de crianças nascidas vivas, mas posteriormente assassinadas. Mas, com toda a oração realizada, Caehart cessou por completo suas atividades no Estado de Maryland.

Com base na Legislação vigente no Estado de Maryland, os abortos podem ser realizados até a 19ª semana de gravidez, mas não no último trimestre de gestação. Anteriormente, devido a decisão da Corte Suprema no caso de Roe vs. Wade, tais abortos estavam sendo permitidos nos EE.UU, cujo abortos poderiam ser realizados até o momento prévio de seu nascimento.

Oremos em favor dos defensores americanos da vida, para que na cidade de Corpus Christi, estado do Texas, também cessem completamente as instalações de aborto nos Estados Unidos. Há a possibilidade de que toda esta mobilidade chegue ao presidente eleito, Donald Trump, que anunciou a detenção completa do financiamento do aborto com dinheiro dos contribuintes.

Planejamento Familiar é uma organização que trabalha com a maioria dos Centros de Aborto nos Estados Unidos, que no ano passado recebeu subvenção federal de 200 milhões de dólares. Isto se sucedeu apesar dos numerosos protestos ocorridos pela revelação do escândalo associado ao Tráfico de Órgãos de meninos de abortos tardios.

Só para a campanha de Hillary Clinton foi dedicado cerca de 30 milhoes de dólares para a fundação. Atualmente a fundação está em pânico chegando a sua quebra. As leis de aborto dos Estados Unidos podem mudar rapidamente e o futuro Presidente Donald Trump, prometeu a nomeação de um Advogado Pro-vida para a vaga de um dos juízes da Suprema Corte.